Você tem medo de falar em público? Confira dicas para uma apresentação matadora

São Paulo - SP--(DINO - 14 fev, 2017) - Um dos maiores desafios de qualquer apresentador é manter o interlocutor atento às suas explicações e sua linha de raciocínio. Seja ele um apresentador de TV, um executivo apresentando um projeto para o chefe/novos parceiros ou um empreendedor apresentando seu pitch para investidores.

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

14 de fevereiro de 2017 | 17h16

Você já presenciou uma pessoa dar um verdadeiro show em uma apresentação de negócios? Os chamados "showman"? Eles têm a incrível habilidade de manter um auditório inteiro atento ao seu discurso, encantados com sua ideia e principalmente interessados em saber mais sobre sua proposta ao final da apresentação.

Alguns com certeza dirão: esse não é o meu caso. Não consigo falar em público! Só de pensar fico apavorado. Não nasci para isso. Se você já se viu afirmando algo parecido, este texto é para você!!

Alguns meses depois de fundar a Vittude (www.vittude.com), nos inscrevemos para o programa de aceleração da Startup Farm. Fomos aprovados para a turma 16 (SF16). No primeiro dia do programa nos informaram que semanalmente teríamos que preparar um pitch e apresentar para uma banca de mentores, que fariam suas críticas sobre o trabalho da semana.

No dia do primeiro pitch achei que iria morrer. Tínhamos 4 minutos para apresentar tudo que havia sido feito. Nunca tinha experimentado uma apresentação como aquela e foi realmente bastante difícil. Não respirei, minha mão não estava acostumada com microfones e passadores de slides e muito menos com a pressão do tempo.

Não consegui concluir o discurso dentro do prazo estipulado e recebi inúmeras críticas que foram realmente construtivas. Quem já experimentou um programa desses sabe que essas bancas são verdadeiras sessões de porradas. Ninguém está ali para passar a mão na cabeça de nenhum fundador. É quase um "pede pra sair 02".

Bom, depois dessa introdução, vamos ao que interessa. Como fazer um pitch matador e atrair a atenção da plateia?

Planejamento

Antes de mais nada, é preciso pensar e planejar quais são os objetivos que você deseja atingir com sua apresentação.

Você quer vender um produto? Quer obter investimentos? Quer atrair novos parceiros?

Tempo e Conteúdo

Saiba com antecedência quanto tempo você terá para realizar a apresentação. Já participei de apresentações em que tinha 1 minuto, 4 minutos, 5 minutos e 10 minutos. Certifique-se se haverá alguns minutos para perguntas. Dessa forma você consegue planejar o conteúdo e definir as prioridades e tópicos que não podem faltar em sua fala.

Distribua o discurso de forma lógica e construa um history telling que faça sentido. Não deixe "fios soltos" em sua apresentação.

Se estamos falando com uma plateia de investidores, por exemplo, alguns tópicos são extremamente relevantes e precisam obrigatoriamente ser contemplados no pitch.

- Qual é a dor ou problema que você está resolvendo e quem é o seu cliente?

- Qual é a solução inovadora que você está apresentação ao mercado? É uma plataforma web, um app, uma solução de machine learning ou inteligência artificial?

- Modelo de negócios. É um Saas, um marketplace, é um freemium, assinatura?? Como você ganha dinheiro? Como você monetiza? Essa é uma das perguntas principais a serem respondidas a um investidor.

- Potencial de mercado e escalabilidade.

- Como sua empresa está hoje? É um protótipo? Um MVP? Já fatura? Se fatura, qual é a curva de crescimento?

Diferencial competitivo e posicionamento da concorrência.

- Credenciais dos fundadores e conselheiros. Quem é o time que está por trás da startup? Esse também é um ponto crucial. No mundo de startups, execução é palavra de ordem. Tem sucesso quem executa bem.

- Se for uma apresentação para captação de recursos, contemple um slide com o valor que está sendo captado na rodada e o percentual de equity que a sua startup está disposta a ceder. Considere também a distribuição de como o recurso será aplicado, em quantos meses e qual o retorno que ele trará.

DECK (Slides)

O design de uma apresentação não só conta para a estética como ajuda o apresentador a surpreender sua plateia. Lembro que o primeiro deck da Vittude era bizarro. Meu sócio e eu somos engenheiros, e obviamente fizemos slides brancos e cheios de bullet points. Em alguns deles muitos textos que influenciavam a banca a tentar ler tudo o que estava escrito. Verdadeiro tiro no pé!!

O objetivo do PPT é levar o investidor para XLS. Pitch é sedução pura! Como na sedução, monotonia não encanta ninguém. Imaginem que 90% dos pitchs que vi seriam comparáveis a um "oi, você vem sempre aqui?". Em uma apresentação, os slides são um apoio ao apresentador. Devem ser usados para reforçar as ideias e conceitos mais importantes e não conter o roteiro inteiro do discurso.

Treinamento

Após planejar o conteúdo, escrever o roteiro, produzir os slides e adequar ao tempo da apresentação é hora de treinar. Ensaie várias vezes. Divida o roteiro de acordo com o número de transições. Planeje pausas e o movimento do passador de slides.

Leia o texto com um cronômetro ligado. Avalie se o conteúdo planejado está compatível com o tempo disponível. Faça as correções.

Procure também apresentar seu pitch para outras pessoas. Esteja aberto para críticas e correções.

Como ter certeza de que fiz um pitch matador?

Alguns sinais indicam que você realmente fez uma boa apresentação. A melhor comprovação do seu sucesso é a compra (negócio fechado). Se você fez um pitch espetacular, o ouvinte tem que sair com vontade de comprar seu produto. O investidor tem que sair querendo colocar dinheiro na sua empresa.

E como eu faço para conquistar a plateia?

Para conquistar seu ouvinte, tenha os seguintes objetivos em mente:

- Atenção - Chame atenção. Os 15 primeiros segundos são mágicos. O slide inicial precisa ser estratégico. Deve ser provocativo.

- Empatia - Estabeleça uma conexão emocional. Se coloque no lugar do ouvinte e faça ele sentir o problema.

- Autoridade - Demonstre que você sabe do que está falando.

Mas e o medo de falar em público?

Se esse também é o seu problema, seguem dicas que podem ajudar:

Terapia - um psicólogo pode ajudá-lo a compreender os gatilhos que levam à ansiedade e ao medo de falar em público. Juntos vocês poderão traçar estratégias para combater alguns pensamentos.

Coaching - Um processo direcionado, que trabalhe questões como entonação da voz, respiração, pausas e postura pode ser enriquecedor. Com certeza fará a diferença em suas futuras apresentações.

Website: https://www.vittude.com

Tudo o que sabemos sobre:
Releases

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.