World Study aponta Canadá, Austrália e Estados Unidos comoos destinos de intercâmbio mais procurados este ano

Este conteúdo é uma comunicação empresarial

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

21 Dezembro 2016 | 17h49

São Paulo --(DINO - 21 dez, 2016) - Segundo Marcelo Oliveira e Paulo Belo, empresários franqueados da SP, a procura por estes países corresponde a 63,84% do total das vendas da marca nesse ano. Ambos acreditam que a crise econômica e o desemprego foram fatores determinantes para o aumento do interesse pelos programas de estudo e trabalho no exterior.

Recente pesquisa divulgada pela Belta (Associação de agências de intercâmbio) aponta que a Austrália substituiu o Reino Unido, que antes era o destino preferido pelos brasileiros. "O país permite que o estudante trabalhe legalmente e o dólar australiano tem melhor conversão para o brasileiro", comenta Paulo Belo. Já Oliveira explica que o Canadá, assim como os Estados Unidos, são excelentes destinos para quem deseja adquirir experiência de estudo, mas principalmente de trabalho.

Sobre a World Study

A World Study, rede de franquias com três bases no exterior, é uma organização de educação intercultural, fundada por intercambistas, que oferece mais de 700 cursos, em 60 países. São programas de estudo de idiomas, graduação, pós-graduação, trabalho remunerado, atualização cultural, estágio no exterior, férias inteligentes, entre outros.

É a única organização de educação intercultural que oferece o programa True Canada e ainda amplo portfólio de produtos e serviços, como High School, Study & Work, Au Pair, Voluntariado, Cursos de Verão e programas especiais para estudantes, famílias e grupos. Além disso, disponibiliza acompanhamento e suporte antes e durante a viagem, preparando e adequando o aluno para que ele possa aproveitar ao máximo essa experiência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.