Senado dos EUA aprova lei que financia o governo até dezembro

Lei precisa ser assinada por Barack Obama antes da meia-noite (3h de sexta em Brasília), quando expira a atual legislação de financiamento do governo

Agênci Estado,

17 de novembro de 2011 | 23h30

O Senado dos EUA aprovou, com 70 votos a favor e 30 contra, um projeto de lei que elimina a mais recente ameaça de fechamento do governo federal do país e destina os recursos para várias agências governamentais no ano fiscal de 2012, iniciado em outubro.

O projeto já havia sido aprovado pela Câmara, no fim da tarde desta quinta, e agora precisa ser assinado pelo presidente Barack Obama. Ela precisa ser assinada antes da meia-noite (3h de sexta em Brasília), quando expira a atual legislação de financiamento do governo.

O presidente, porém, está em visita oficial à Indonésia; um funcionário da Casa Branca disse que Obama deverá determinar que uma impressora seja usada para colocar sua assinatura no documento. Será a primeira vez na história dos EUA que um presidente usa esse mecanismo para sancionar uma lei.

As informações são da Dow Jones. (Renato Martins)

Tudo o que sabemos sobre:
EUaOrçamentofinanciamentocalote

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.