Vice-presidente sênior do Citigroup se aposenta após 53 anos

William Rodhes ficou conhecido nos anos 80 por sua diplomacia financeira internacional e expansão do banco nos mercados emergentes

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

31 de março de 2010 | 16h45

O vice-presidente sênior do Citigroup, William Rhodes, que conquistou reputação por sua diplomacia financeira internacional nos anos 1980 e conduziu a expansão do banco nos mercados emergentes, vai se aposentar no dia 30 de abril, encerrando um trabalho de 53 anos.

 

O executivo-chefe do banco, Vikram Pandit, disse que Rhodes iniciou a expansão do Citi em vários mercados emergentes, incluindo a Europa Central e Oriental e a China, e reabriu escritórios na África do Sul após a eleição do presidente Nelson Mandela. A instituição faz, atualmente, negócios em mais de 140 países e possui cerca de 200 milhões de contas de clientes.

 

Rhodes, que passou toda a sua carreira no Citi, após graduar-se na Brown University, ficou conhecido por sua diplomacia financeira internacional na década de 1980, como resultado de sua liderança para ajudar a administrar a crise da dívida externa que envolveu as nações em desenvolvimento e os seus credores, afirmou o Citi.

 

Durante esse período e também na década de 1990, Rhodes chefiou os comitês dos bancos internacionais que negociaram acordos de reestruturação da dívida em vários países, incluindo o México e o Brasil.

 

Ele também ajudou a Coreia com seus problemas de liquidez em 1998, presidindo um grupo bancário internacional que negociou a prorrogação da dívida de curto prazo do sistema bancário coreano. Em 1999, atuou como coordenador mundial para ajudar a implementar a manutenção das linhas de comércio e interbancárias por bancos comerciais estrangeiros no Brasil.

 

Após sua aposentadoria, Rhodes continuará a servir como um conselheiro sênior do Citi. A instituição financeira, que sofreu mais do que a maioria dos grandes bancos dos EUA na mais recente crise financeira, não conseguiu voltar a obter lucro no quarto trimestre de 2009 e no ano cheio. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
CitigroupRhodesexecutivo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.