Brasileiro já busca na web quando é o próximo feriado

'Feriados 2017' é o termo mais buscado no Google nesta terça-feira; quem deseja viajar precisa levar em conta o planejamento financeiro, sobretudo com o câmbio

Jéssica Alves, O Estado de S.Paulo

02 de maio de 2017 | 16h41

Mal acabou o feriado e o brasileiro já está pensando no próximo. Nesta terça-feira, após manifestações pelo país inteiro pelo Dia do Trabalho contra as reformas trabalhistas, a maior busca no Google foi por Feriados 2017. 

Os números atingiram o pico de popularidade de um termo e representam o interesse  de uma determinada região em um dado período. O mesmo fenômeno foi visto logo após a Páscoa, dia 16 de abril.     

O número de feriados e pontos facultativos são os mesmos, mas neste ano, a maioria cai em dia de semana e assim ocorrem as emendas. Em abril, com Páscoa e Tiradentes foram apenas 18 dias úteis. 

Com dez feriadões prolongados, o ano de 2017 terá um total de 22 dias de folga. Para o turista que deseja viajar pelo Brasil ou para o exterior, a preocupação com destino e hospedagem não pode ignorar o planejamento das finanças.

A planejadora financeira Lavínia Martins, da Associação Brasileira de Planejadores Financeiros, explica que quem está querendo viajar se encaixa em duas situações: ou já tem dinheiro ou vai se endividar. O alerta da planejadora, como em qualquer outro gasto de maior valor, é evitar parcelas excessivas no cartão de crédito.

Câmbio. Para o turista que ainda pretende ir ao exterior, também há medidas a se tomar. Em 2016, por exemplo, quem viajou para o exterior no carnaval sem se planejar e comprou dólar de última hora pagou R$ 4,258, a maior cotação do ano, segundo a casa de câmbio Confidence, que já considera o gasto com o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), de 1,1%, que incide sobre a compra de moeda em espécie.

Olhando pelo retrovisor, o comprador vai perceber que o mês de outubro foi o melhor momento de 2016 para comprar dólar. O desafio para o turista é prever, no momento em que está tomando a decisão de compra, se o câmbio está no nível mais favorável. 

 
Mais conteúdo sobre:
Feriado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.