WILTON JUNIOR/ESTADÃO
WILTON JUNIOR/ESTADÃO

Fintech de crédito lança consignado 100% online para aposentados

Empreitada da Geru marca a entrada das empresas de tecnologia na área financeira em um produto dominado pelos grandes bancos

Jéssica Alves, O Estado de S.Paulo

22 Março 2018 | 12h36

A plataforma digital de crédito Geru acaba de ingressar no empréstimo consignado 100% online para aposentados e pensionistas do INSS. A empreitada marca a entrada das fintechs em um produto dominado pelos grandes bancos e voltado para o público das “pastinhas”, que ainda transita do analógico para o digital.

O consignado, linha em que as prestações do empréstimo são descontadas da folha de pagamentos, será feito em parceria com o Banco Cetelem, do grupo francês BNP Paribas. A taxa oferecida será de 1,8% ao mês, independentemente da quantidade de parcelas, que vai de seis a 72. O juro médio do consignado dos beneficiários do BNDES foi de 26,9% em janeiro, uma queda de 3,8% em 12 meses, segundo dados do Banco Central. Os empréstimos vão de R$ 2 mil a R$ 80 mil, dependendo do volume disponível, informou a Geru.

+ Juro ao consumidor recua em ritmo mais lento que o da Selic

Segundo Sandro Reiss, presidente da Geru, além das taxas mais competitivas (ver quadro abaixo), o foco da empresa para atingir o público aposentado e pensionista é na comodidade e rapidez do processo digital. “O processo todo de dois a cincoi dias e a pessoa possa acompanhar todos passos do pedido, como uma compra online,sem passar por terceiros e sem precisar se deslocar”, explica.  

Reiss conta que mesmo para o público de mais idade, a rotina mudou e não há mais tanto tempo livre. Somado às questões de segurança, buscar, comparar e contratar crédito pela internet tem sido mais conveniente mesmo para esse perfil que não nasceu digital.

 

O aposentado José Luiz Ribeiro, de 61 anos, procurou no Google sobre startups de empréstimo para contratar um novo crédito. “Me considero um idoso digital”, diz. No ano passado, Ribeiro passou por um golpe com o consignado contratado por telefone  e teve um prejuízo de R$ 1 mil.

O aposentado fez a nova contratação para trocar dívidas mais caras. Atualmente, o juro médio do consignado fica em torno de 30%, enquanto que o do cheque especial e do cartão de crédito ficam em 324,7% ao ano e 327,9% ao ano, respectivamente.

 

Mais conteúdo sobre:
créditoaposentadoria

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.