Rafael Neddermeyeri/Fotos públicas
Rafael Neddermeyeri/Fotos públicas

Fundos registram a maior captação no 1º semestre da série histórica, diz Anbima

Captação líquida dos fundos de investimento alcançou R$ 113,6 bilhões, um aumento de 156,3% em relação a 2016

Cynthia Decloedt, O Estado de S.Paulo

06 Julho 2017 | 16h09

A captação líquida dos fundos de investimento alcançou R$ 113,6 bilhões nos primeiros seis meses de 2017, representando um aumento de 156,3% em relação ao mesmo período do ano passado, quando estavam em R$ 44,3 bilhões, segundo a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais (Anbima).  

A captação é a maior para o primeiro semestre desde o início da série histórica da Anbima, ou seja, desde o ano de 2002. O patrimônio líquido dos fundos somava R$ 3,8 trilhões em junho deste ano, alta de 8,57% frente a dezembro de 2016, quando estava em R$ 3,5 trilhões.  

++ Funcef busca assessor financeiro para reorganizar investimentos

++ Sem concurso, CVM pode não ter como funcionar em 2018

Os fundos de renda fixa e multimercados lideraram os ingressos no ano e foram responsáveis por 85% da captação líquida. Os fundos de renda fixa captaram R$ 57,5 bilhões nos primeiros seis meses do ano, enquanto os fundos multimercado, R$ 39 bilhões.

Mais conteúdo sobre:
CVMFuncefInvestimento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.