JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Governo vai assinar hoje edital de concurso com 500 vagas para a PF

Vagas serão distribuídas entre 150 delegados, 60 peritos criminais, 180 agentes, 80 escrivães e 30 papiloscopistas; salários partem de R$ 12 mil

Julia Lindner, O Estado de S.Paulo

13 Junho 2018 | 13h04

BRASÍLIA - O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, anunciou nesta quarta-feira, 13, que assinará o edital de um concurso para 500 vagas na Polícia Federal

+ Justiça mantém caminho livre para tatuados na PM

De acordo com o ministro, as vagas serão distribuídas entre 150 delegados, 60 peritos criminais, 180 agentes, 80 escrivães e 30 papiloscopistas. 

+ Concursos terão análise visual de cotistas negros

Quando assumiu a pasta, em fevereiro, Jungmann anunciou que o governo realizaria o concurso para aumentar o quadro da PF como parte da estratégia do ministério de fortalecer o combate ao crime no país.  

+ Especialista recomenda preparo físico e psicológico a quem presta concurso

Foi publicada nesta sexta-feira, 20, no Diário Oficial da União, a portaria que autoriza a realização de concurso de 500 vagas para a Polícia Federal.

Todos os cargos exigirão diploma de curso superior. Com base na remuneração atual na instituição, os salários oferecidos serão de R$ 12 mil e R$ 23 mil, para peritos e delegados.

O último concurso da Polícia Federal foi organizado pelo Cebraspe , em 2014. Naquele ano, foram ofertadas 600 vagas de agente, com remuneração de R$ 7.514,33.

Serão aplicadas provas objetivas e discursivas, além de exame de aptidão física, exame médico, avaliação psicológica e curso de formação profissional, na Academia Nacional de Polícia, em Brasília, entre outras avaliações.

Mais conteúdo sobre:
Polícia Federal concurso público

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.