Thiago Teixeira/Estadão
Thiago Teixeira/Estadão

Juro do cartão sobe 5,9 pontos em fevereiro e chega a 333,9% ao ano

Modalidade de crédito passou de 328% ao ano para 333,9% ao ano; rotativo tem a taxa mais elevada desse segmento e também a mais alta entre todas as avaliadas pelo BC

Fernando Nakagawa e Eduardo Rodrigues, O Estado de S.Paulo

26 Março 2018 | 15h17

O juro médio total cobrado no rotativo do cartão de crédito subiu 5,9 pontos porcentuais de janeiro para fevereiro, informou, nesta segunda-feira, 26, o Banco Central (BC). Com isso, a taxa passou de 328,0% em janeiro para 333,9% ao ano em fevereiro. Este avanço da taxa do rotativo ocorreu sob as novas regras de migração da modalidade, que começaram em abril do ano passado. 

O juro do rotativo é a taxa mais elevada desse segmento e também a mais alta entre todas as avaliadas pelo BC. Dentro desta rubrica, a taxa da modalidade rotativo regular passou de 241,1% para 243,3% ao ano de janeiro para fevereiro. Neste caso, são consideradas as operações com cartão rotativo em que houve o pagamento mínimo da fatura.

+ Dívida pública federal sobe 1,53% em fevereiro, para R$ 3,58 tri

Já a taxa de juros da modalidade rotativo não regular passou de 387,4% para 397,5% ao ano. O rotativo não regular inclui as operações nas quais o pagamento mínimo da fatura não foi realizado.

No caso do parcelado, ainda dentro de cartão de crédito, o juro passou de 167,8% para 174,3% ao ano.

+ Banco Central lança medidas para reduzir custo do cartão de débito

Considerando o juro total do cartão de crédito, que leva em conta operações do rotativo e do parcelado, a taxa passou de 68,6% para 74,7% de janeiro para fevereiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.