Marcos Santos/USP Imagens
Marcos Santos/USP Imagens

Projeto que cria benefício para o VGBL Saúde é aprovado na Câmara dos Deputados

Empresários que custearem planos de previdência com foco na cobertura de gastos com saúde na aposentadoria poderão ter benefícios

Aline Bronzati, O Estado de S. Paulo

27 de agosto de 2015 | 16h35

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira, 27, projeto de lei que concede benefícios fiscais para incentivar empresários a custear planos de previdência privada aos seus empregados, cujos recursos serão destinados a gastos com saúde durante a aposentadoria. O projeto foi apelidado de VGBL Saúde.

Conforme o texto aprovado, o seguro contratado poderá complementar a renda do colaborador vinda da Previdência Social e ajudá-los com os gastos de saúde quando forem desligados do plano empresarial por demissão ou aposentadoria.

"A empresa que contribuir terá os mesmos benefícios fiscais aplicados aos planos de benefícios de previdência complementar", destaca a Câmara, em nota.

O projeto de lei é de autoria do deputado Lucas Vergílio (SDS-GO). A Câmara aprovou uma emenda para que a lei só entre em vigor 180 dias após a publicação.

O VGBL Saúde é similar ao health savings account (HSA) negociado no mercado americano desde 2003 e alia coberturas de previdência e saúde. O produto começou a ser estudado na Superintendência de Seguros Privados (Susep) em meados de 2009. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.