Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Unsplash/@moro_dada
Unsplash/@moro_dada

Curso gratuito ensina programação para meninas de 14 a 17 anos

Iniciativa da {reprograma} com foco em jovens negras e trans tem apoio da B3 Social e está com inscrições abertas até 28 de maio

Redação, O Estado de S.Paulo

24 de maio de 2021 | 10h47

Para capacitar meninas na área de tecnologia, a startup social {reprograma} está com inscrições abertas para um curso gratuito de programação oferecido em parceria com a B3 Social. É a segunda edição do {reprograma} teens, totalmente online e que dá preferência a jovens negras e trans.

Interessadas de todo o Brasil podem participar e devem fazer a inscrição neste link. Além de preencher o formulário, o processo seletivo inclui enviar um vídeo de apresentação de, no máximo, um minuto. Um responsável legal pela menor de idade também deverá autorizar o uso dos dados cedidos.

Na primeira etapa, serão selecionadas 180 meninas para participar de oficinas de um dia, entre 10 e 12 de junho, nas quais terão uma introdução sobre HTML e CSS. O objetivo é que, no fim do curso, elas possam colocar no ar o primeiro site e enviá-lo a recrutadores, de modo que já façam uma ponte com o mercado de trabalho.

Após as oficinas, 30 meninas serão escolhidas para realizar o curso de front-end, com duração de seis semanas e início em 30 de junho. As aulas ocorrem sempre aos sábados à tarde, com revisão de atividades às quartas-feiras.

Nessa segunda fase, além de aprofundar os tópicos abordados na primeira etapa, elas vão aprender lógica de programação e JavaScript. Para participar do curso, é preciso ter acesso à internet e a um computador, mas a startup, por meio de parcerias locais, oferece auxílio às jovens que não tenham essa estrutura.

Quer receber notícias e debater assuntos sobre Carreiras e Empreendedorismo? Entre para o nosso grupo no Telegram pelo link ou digitando @gruposuacarreira na barra de pesquisa do aplicativo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.