Realidade da mulher empreendedora no Brasil é tema de novo documentário
Conteúdo Patrocinado

Realidade da mulher empreendedora no Brasil é tema de novo documentário

“Todo Dia é Dia”, produção da marca Consul em comemoração aos 20 anos do Consulado da Mulher, tem 8 episódios e traz 11 empreendedoras contando suas histórias de superação

Cônsul, Estadão Blue Studio
Conteúdo de responsabilidade do anunciante

02 de junho de 2022 | 10h00

A pré-estreia da série documental “Todo Dia é Dia”, em São Paulo, foi marcada por momentos de muita emoção. Afinal, falar sobre os mais de 10 milhões de empreendedoras (segundo estudo recente do Sebrae) espalhadas pelos quatro cantos do País como estatística é uma coisa. Agora, conhecer a fundo suas histórias, cheias de reviravoltas, mas também de conquistas ímpares, é outra coisa totalmente diferente.

Sob o olhar profundo e amoroso dos diretores Murilo Meola e Letícia de Bortoli, da Meola Filmes, o documentário “Todo Dia é Dia” mostra as histórias de 11 mulheres empreendedoras assessoradas pelo Consulado da Mulher, ação social da Consul que há 20 anos incentiva o público feminino a tirar seus sonhos do papel. Vê-las tocando seus negócios hoje com garra e segurança, empregando, inclusive, outras mulheres, é a síntese do que a Consul, presente em mais de 60% dos lares brasileiros, quer devolver à sociedade. “Quando nenhuma empresa falava de empreendedorismo feminino, nós já havíamos começado esse projeto lindo que é o Consulado da Mulher. Então, eu tenho muito orgulho de olhar para trás e ver o legado que a marca deixa na sociedade”, diz Allyne Magnoli, diretora de Marketing na Whirlpool.

Desde a sua criação, em 2002, cerca de 37 mil mulheres foram beneficiadas pelas mentorias e cursos do Consulado. “A Whirlpool é uma empresa centenária e que há mais de 60 anos investe em ações pautadas em governança ambiental, social e corporativa (ESG, na sigla em inglês). Há 20 anos, dentro do aspecto do “S” (social), vem investindo no Consulado da Mulher. Nós acreditamos que quando você investe na mulher você investe na sociedade como um todo”, conta Douglas Reis, diretor de ESG e Assuntos Regulatórios para a América Latina na Whirlpool.

O lançamento da série “Todo Dia é Dia” reuniu colaboradores, convidados, parceiros do Consulado da Mulher e jornalistas para assistirem juntos a alguns episódios. O evento também contou com uma mesa-redonda formada pela própria Allyne, por duas empreendedoras que participam da série – Antonia Lopes, da capital paulista, e Elidiana Capistrano, de Rio Claro, no interior de São Paulo –, além de Leda Boger, diretora-executiva do Instituto Consulado da Mulher. A mediação foi de Cris Bartis, cofundadora da plataforma Mamilos.

Uma das histórias mais bonitas, inclusive, é da Antonia. Ela é dona da Doce Encanto Food, que produz bolos, doces e salgados para eventos. Ela começou a empreender ao se descobrir grávida pela terceira vez, no mesmo momento em que, durante uma consulta de rotina, foi diagnosticada com um câncer. Em 2018, seu negócio foi selecionado para ser assessorado pelo Consulado da Mulher e, segundo ela, isso foi um divisor de águas na sua vida. “O meu destino foi mudado por meio do empreendedorismo. Eu resolvi empreender após todas as minhas dificuldades. Porém, mesmo depois de 6 anos de trabalho, eu não conseguia ter resultados. Foi quando surgiu na minha vida o Consulado e, ao colocar em prática tudo o que me foi ensinado, hoje eu tenho um negócio lucrativo”, conta ela. 

Documentar para inspirar

A série documental é uma das ações em comemoração aos 20 anos do Consulado da Mulher – que beneficia mulheres de 407 cidades brasileiras. “Nós qualificamos essas mulheres levando conhecimento e recursos para que elas possam prosperar em seus pequenos negócios e, assim, aumentar a renda familiar e transformar as condições de vida delas e de suas famílias”, destaca Leda Boger.

Com 8 episódios disponíveis no canal do YouTube da Consul (youtube.com/consulevoce), o documentário “Todo Dia é Dia” mostra as histórias e homenageia as 11 mulheres que venceram o medo de quebrar. Mas, ao mesmo tempo, pretende fazer algo muito maior: inspirar as muitas outras potenciais empreendedoras espalhadas pelo Brasil a jamais desistirem de seus sonhos. “São histórias inspiradoras, de mulheres diferentes, com também graus diferentes de dificuldades, e que conseguiram ter sucesso em seus empreendimentos. A ideia é mostrar que toda mulher é capaz”, explica Leda.

Assista ao trailer do documentário “Todo Dia é Dia”:

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.