RH 4.0, moderno e conectado
Conteúdo Patrocinado

RH 4.0, moderno e conectado

Plataforma da Flash traz alta tecnologia à gestão de recursos

Flash Benefícios, Estadão Blue Studio
Conteúdo de responsabilidade do anunciante

03 de agosto de 2021 | 13h41

Alinhada aos tempos modernos e às necessidades das empresas e de seus colaboradores na era hiperconectada, a área de Recursos Humanos (RH) vem se beneficiando de transformações digitais e passa por um intenso processo de adoção de novas tecnologias como data analytics, inteligência artificial, novos softwares e também ideias. Essa revolução aponta rumo à disruptividade, com grande foco na otimização da gestão de pessoas e de sua função no negócio.

A nova era, o “RH 4.0”, beneficia-se de tecnologias que tornam os processos mais fáceis e representa uma nova etapa no setor de RH, sendo fundamentada na aplicação de novas tecnologias e softwares no aprimoramento de processos.

As principais inovações aparecem voltadas para a análise de perfis comportamentais, processos seletivos digitais e automatizados e desligamento de funcionários, registro de colaboradores, fluxos de trabalho em RH, relatórios, férias, administração de performance, controle de carga horária e gestão de benefícios. A plataforma disponibilizada pela Flash (flashapp.com.br) ajuda empresas a construir essa jornada de maneira inteligente e ágil.


Como funciona

A solução Flash possibilita ao RH a gestão completa dos benefícios dos colaboradores. “De forma simples e intuitiva, tudo pode ser resolvido em poucos cliques. Pela plataforma, o RH pode definir as categorias e o valor que serão adicionados ao cartão do colaborador e realizar toda a gestão necessária”, explica o CEO da Flash, Ricardo Salem.

O sistema de cadastro dos colaboradores é bem simples. De maneira rápida e intuitiva, é possível deduzir faltas e/ou férias, além de solicitar cartões extras; assim, caso um novo funcionário ingresse na empresa, ele já pode utilizar os benefícios no primeiro dia, criando a sensação de “pertencimento” à empresa.

Isso porque os cartões Flash não são nominais; são vinculados ao CPF dos colaboradores após ativação, possibilitando que os RHs mantenham cartões extras para o caso de novos colaboradores serem contratados. “É exatamente dar autonomia aos colaboradores uma das principais premissas dos benefícios flexíveis. Isso engaja a equipe e permite que os funcionários aumentem a rede de uso dos benefícios fornecidos”, elenca o CEO. “Outra vantagem: há uma série de parceiros dentro do app, que podem ser utilizados pelos colaboradores. O extrato é atualizado em tempo real, também facilitando a gestão dos recursos por parte das pessoas.”

A implementação da plataforma Flash é rápida e simples para qualquer empresa. Por meio de interfaces de programação abertas (APIs) é realizada a integração com o sistema de gestão préexistente, para que os dados passem a ser integrados.


Gestão de pessoas

De acordo com Salem, outro ponto importante da solução é a possibilidade de utilização desses dados em benefício de uma moderna gestão de pessoas. Analisando dados da administração de benefícios como satisfação, gasto médio dos benefícios e como são feitos esses gastos, é possível diagnosticar padrões replicados pelos usuários.

“Isso ajuda o RH a otimizar processos e possibilita uma visão estratégica da gestão. Para melhorar os níveis de satisfação dos funcionários, o RH pode aumentar o valor de uma categoria, como o vale-cultura. No final das contas, a tecnologia é um meio de entender mais rápida e assertivamente possíveis necessidades demandadas pelos colaboradores”, explica.

Ao permitir que as empresas customizem os benefícios oferecidos, a Flash ajuda os profissionais de RH a atrair e a reter talentos. De acordo com a empresa, em conversas recentes com clientes já foi notado que muitos candidatos estão escolhendo trabalhar em empresas que oferecem Flash como benefícios. Isso acontece porque, cada vez mais, as vantagens oferecidas estão atreladas à satisfação geral dos profissionais com o ambiente de trabalho. Dessa forma, garantir mais liberdade para que colaboradores decidam como utilizar seus benefícios é um ponto muito importante para aumentar a satisfação geral.

Com a plataforma da Flash, o RH consegue fazer o pedido de benefícios em apenas três cliques, e ainda ter acesso a relatórios e outras ferramentas importantes, que fazem com que o setor de RH deixe de ser operacional e passe a ter um papel extremamente estratégico dentro da corporação, ajudando exatamente nesses processos de retenção e atração de talentos.

Os clientes também são beneficiados com suporte total: os times de pós-venda da empresa estão sempre atentos às necessidades dos profissionais e dispostos a dar a assistência necessária para que a empresa tenha uma experiência única utilizando a Flash.


Novas relações de trabalho

A pandemia alterou a estrutura das relações empregatícias, apressando a chegada de mudanças que, até pouco tempo antes, eram vistas como o “futuro”. O trabalho remoto, que era uma tendência, passou a ser uma realidade. “Por conta do fechamento da economia e da necessidade de implementarmos o distanciamento social, o vale-transporte, por uma questão lógica, acabou ficando escanteado: sem colaboradores operando presencialmente, a necessidade de locomoção ao trabalho não existe”, diz Salem.

Em compensação, benefícios como vale-refeição (VR) e vale-alimentação (VA) ganharam outras funções nos lares: segundo estudo realizado pela Flash em 2020, os benefícios referentes à alimentação foram utilizados em aplicativos de entrega de comida.

Além disso, notando uma mudança completa nas prioridades, a Flash lançou durante a pandemia o “Auxílio-Home Office”, uma ferramenta que permite creditar um valor específico para que os colaboradores possam efetuar o pagamento de contas residenciais que alimentam a rotina de trabalho em casa, como energia elétrica e/ou internet.

766E3C01-53A8-483E-9B06-CCE0C7108013
De forma simples e intuitiva, tudo pode ser resolvido em poucos cliques
E0EAB005-9061-4B3D-86B9-AEB61693E313
Ricardo Salem, CEO da Flash

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.