Sejamos infantis, por favor!
Conteúdo Patrocinado

Sejamos infantis, por favor!

Pode parecer um pouco absurdo o convite, principalmente se o encorajamento é no contexto empresarial.

TEM - Teatro Empresarial Motivador, Estadão Blue Studio
Conteúdo de responsabilidade do anunciante

18 de maio de 2021 | 17h04

Normalmente, a expectativa é contrária: Seja maduro, seja sério, comporte-se, não brinque fora de hora. A lista é mesmo extensa.  

Algumas literaturas apresentam o conceito de adulto de maneira muito curiosa. O Adulto é a criança adulterada.

Não é possível uma criança ser adulta e por mais que tente faltará vivência, mas o adulto pode ser uma criança com uma criativa e inteligente seleção de partes. É uma espécie de melhores momentos editados, aliado ao bônus de não precisar fazer determinadas coisas como:  Sujar-se ao comer em um restaurante,  gritar e espernear quando não puder ter o objeto de desejo e nem fazer as necessidades nas roupas. 

A grande jogada é aproveitar as partes boas de ser criança:

1. Aceitar um elogio sem desmerecer o motivo: Normalmente quando um adulto elogia outro adulto consegue, sem esforço nenhum, deixar o elogiado constrangido e como resposta o elogiado sempre se menospreza, tornando aquele elogio quase nulo. Pense numa situação de duas amigas onde uma fala do novo modelo de roupa. Imediatamente a amiga se justifica dizendo que foi um preço irrisório da última liquidação. As crianças além de aceitarem o elogio demonstram orgulho do objeto o deixando ainda mais exposto. 

2. Não guardar raiva por mais de 24 horas - Seja qualquer o motivo, as crianças não lembram por muito tempo as desavenças com seus amigos. Talvez por entenderem que o motivo não foi relevante ou porque acreditam não valer a pena guardar aquele sentimento por mais tempo (o que as torna mais sábias ainda).

3. Ter o compromisso com a diversão - Haja o que houver, com chuva ou com sol, com ou sem tarefa escolar para fazer as crianças sempre arranjam formas de diversão. Esse é um compromisso inadiável e que as ajuda com os hormônios do humor. 

4. Ser sincera - Parece ser uma tarefa muito madura mas de maneira natural, quase vindo como modelo de fábrica, as crianças sabem dizer claramente com quem e como querem conviver. Não acumulam essas toxicidades por muito tempo. Uma espécie de vinho (antioxidante) natural.

5. Acreditar em coisas fantásticas - Não precisa de muito esforço para convencer as crianças de que são capazes de fazer coisas extraordinárias e por isso muitas conseguem levar esse sentimento por mais tempo na vida, e com autoconfiança suficiente para realmente fazer coisas inimagináveis. Ainda bem !

6. Rir pelo menos 300 vezes por dia - Em geral, adultos realizam essa prática entre 30 e 50 vezes por dia e sempre precisam de diversos fatores combinados aleatoriamente para o fazerem. Crianças apenas o fazem independentemente de um motivo considerado lógico.

Quais os benefícios de ser infantil no contexto empresarial? Você não percebeu? Então não somos mais amigos!

Brincadeira, já passou!

Enfim, de que adianta a sabedoria da maturidade se não for possível mesclar com a experiência da infância?

Não sejamos crianças adulteradas e sim adultos com a sabedoria infantil!!  

Sejamos infantis, por favor! Promete ?

Assista a0 vídeo  Programa Happiness Mentality

Abbadhia Vieira - Diretora de conteúdos - Programa Happiness Mentality 

TEM - Teatro Empresarial Motivador

www.tem.art.br

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.