Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Unsplash
Unsplash

Série de podcasts Trabalho Mental estreia segunda temporada; ouça

Podcast de carreira e mercado de trabalho do 'Estadão' trata de saúde mental, inteligência emocional e expediente no home office; acompanhe os episódios semanais

Redação, O Estado de S.Paulo

01 de julho de 2021 | 15h58
Atualizado 21 de julho de 2021 | 10h00

Em meio a uma pandemia, profissionais enfrentam uma série de desafios no mercado de trabalho, principalmente no home office, lidando em paralelo com os afazeres domésticos e uma alta sobrecarga de tarefas. Todos os motivos levam a um aumento de estresse, falta de concentração e outras questões de saúde mental. Para tratar de assuntos como esses, estreou na quarta-feira, 7, a segunda temporada do podcast Trabalho Mental.

A série de podcasts, que teve a primeira temporada no ano passado, traz especialistas em carreiras, saúde e comportamento humano, como autoconhecimento, para bater um papo com a reportagem e responder dúvidas enviadas pelos leitores e ouvintes. A apresentação fica por conta da editora do Estadão Carreira e Empreendedorismo, Ana Paula Boni, e o bloco de perguntas é conduzido pela repórter Anna Barbosa.

São quatro episódios publicados semanalmente, sempre às quartas-feiras de julho, disponíveis em todas as plataformas de podcast e no site do Estadão. Os temas abordados são: 

  1. Foco e concentração: como anda a sua atenção no home office
  2. Felicidade e bem-estar: o impacto na saúde mental e na carreira
  3. Corpo e mente: como promover o descanso e melhorar sua saúde
  4. Inteligência emocional: como praticar comunicação não violenta e empatia (dia 28/7)

1. Foco e concentração

O episódio de estreia da segunda temporada fala sobre foco e concentração e como anda a atenção das pessoas no home office. No papo com a neurocientista Thaís Gameiro, sócia da consultoria Nêmesis, ela explica como o cérebro reage a isso e como é possível ajudá-lo. No segundo bloco, as dúvidas dos leitores são respondidas pela psicanalista Erica Watari Hirata, sócia da Watari Care.

No mês de maio, o Estadão realizou uma enquete com seus seguidores no LinkedIn para entender sobre a concentração no home office e o rendimento diário. Com 393 votos, 48% afirmam cumprir as tarefas sem dificuldades, enquanto 32% cumprem tudo com dificuldade e 15% cumprem parcialmente as tarefas.

2. Felicidade e bem-estar

A felicidade tem sido cada vez mais discutida no ambiente corporativo e, no último ano, empresas aderiram a cargos como gestor de felicidade. Conversamos com a especialista em felicidade Renata Rivetti, fundadora da empresa Reconnect/Happiness at Work, sobre como ser feliz tem impacto direto no nosso bem-estar e na nossa carreira. No segundo bloco do episódio, a psicóloga Monique Luz, da plataforma Zenklub, responde a dúvidas dos leitores.

Durante o mês de junho, o Estadão também realizou enquetes com o objetivo de compreender as necessidades dos leitores com relação ao tema. No LinkedIn foram 891 votos, liderados por encontrar propósito no que faz (36%), seguido por saúde mental em dia (28%). Já no grupo de discussão no Telegram, foram 62 votos, com equilíbrio entre vida profissional e pessoal em primeiro lugar (58%) e propósito no que faz em segundo (46%).

3. Corpo e mente

Cansaço e definhamento têm sido alguns dos problemas mais relatados durante a pandemia. Com o objetivo de pensar em como equilibrar a rotina, o corpo e a mente, conversamos com Alexandre Ayres, cofundador da empresa MindSelf, que trabalhava no ritmo enlouquecedor do mercado financeiro até conhecer a meditação. No segundo bloco, o fisioterapeuta Paulo Henrique Araújo responde a dúvidas enviadas pelos leitores do Estadão.

  • Quer debater assuntos de Carreira e Empreendedorismo? Entre para o nosso grupo no Telegram pelo link ou digite @gruposuacarreira na barra de pesquisa do aplicativo

Ainda no mês de junho, foram realizadas enquetes nas contas de Carreira e Empreendedorismo no Telegram, no Twitter e no LinkedIn. No grupo de discussão do Telegram, 74% das pessoas que responderam disseram que praticar exercícios físicos e fazer atividades como meditação são as alternativas para melhorar a saúde. No Twitter, com 196 votos, essa opção continua liderando, com 54,1% dizendo que exercício físico regular é o que melhoraria a saúde física e mental agora. No Linkedin, essa opção foi a mais votada também. 

4. Inteligência emocional

As soft skills são cada vez mais requisitadas no mercado de trabalho. O tema já foi tratado de forma geral na primeira temporada, mas, desta vez, o episódio terá o foco em inteligência emocional, comunicação não violenta e empatia. Para isso, falamos com Carolina Nalon, fundadora do Instituto Tiê e especialista em comunicação não violenta. Na sessão de dúvidas dos leitores do Estadão, Ligia Costa, fundadora da startup TGI Today, também responde sobre inteligência e sustentabilidade emocional.

Durante as enquetes de maio, o tema inteligência emocional foi o que teve maior destaque como interesse dos nossos leitores, com 48% dos votos entre os integrantes do grupo no Telegram.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.