Tiago Queiroz/Estadão
Tiago Queiroz/Estadão

Câmara aprova mais recursos para Pronampe; texto segue para sanção

Programa oferece linha de financiamento lançada para socorrer pequenos negócios durante a pandemia de covid-19

Daniel Weterman e Marlla Sabino, O Estado de S. Paulo

22 de dezembro de 2020 | 21h32

BRASÍLIA | A Câmara aprovou nesta terça-feira, 22, um projeto de lei liberando recursos para uma terceira fase do Pronampe (Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte), lançado para socorrer pequenos negócios durante a pandemia de covid-19. A proposta dependerá de sanção do presidente Jair Bolsonaro.

O Pronampe oferece uma linha de financiamento para micro e pequenas empresas com taxas de juros mais baixas em relação a outros programas de crédito oferecidos no mercado. Desde maio, a União destinou R$ 15,9 bilhões na primeira fase e outros R$ 12 bilhões na segunda fase do financiamento. Desde então, o Congresso pressiona o governo para liberar uma terceira rodada e, além disso, tornar o programa permanente a partir de 2021.

O projeto, aprovado anteriormente no Senado, autoriza a transferência de recursos não utilizados do Programa Emergencial de Suporte a Empregos (Pese), outro financiamento lançado pelo governo durante a crise do novo coronavírus, para o Fundo Garantidor de Operações (FGO), que abastece o Pronampe. A expectativa é que sejam transferidos R$ 10 bilhões até o dia 31 de dezembro.

Outra proposta torna o programa permanente. O texto foi aprovado pelo Senado no dia 10, mas ainda precisa do aval dos deputados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.