Ana Nascimento/Caixa
Ana Nascimento/Caixa

Comissão de Ética absolve ex-vice-presidente da Caixa

Deusdina dos Reis Pereira (Fundos de Governo e Loterias) foi absolvida da acusação de tráfico de influência ao negociar cargo em uma estatal

Carla Araújo, O Estado de S.Paulo

19 Fevereiro 2018 | 19h32

BRASÍLIA - O presidente da Comissão de Ética Pública da Presidência, Mauro Menezes, afirmou nesta segunda-feira, 19, que o colegiado decidiu, por 3 votos a 2, absolver a ex-vice-presidente da Caixa Econômica Federal, Deusdina dos Reis Pereira (Fundos de Governo e Loterias), da acusação de tráfico de influência ao negociar cargo em uma estatal como moeda de troca para liberação de crédito.

"Os conselheiros, por maioria, entenderam que a mensagem eletrônica enviada pela ex-vice-presidente da Caixa ao atual presidente da Cemig, ele assumiu três dias depois, não seria suficiente a configurar uma infração ética", disse Menezes. 

Outros casos. Menezes disse ainda que o colegiado avaliou uma denúncia apresentada pelo ex-ministro José Eduardo Cardozo contra o também ex-ministro Fábio Medina Osório, que o sucedeu na Advocacia-Geral da União.   

++ Estamos trabalhando em propostas para recapitalizar a Caixa sem o FGTS, diz Meirelles

"A comissão decidiu aplicar penalidade de censura ética ao ex-ministro Fabio Medina por transgressão ética", disse. Cardozo protocolou a representação contra seu sucessor por entender como tentativa de intimidação o pedido de abertura de sindicância feito por Medina, assim que Michel Temer assumiu no lugar da petista Dilma Rousseff. Medina pediu para que a conduta de Cardozo na defesa da presidente Dilma Rousseff no processo de impeachment fosse analisada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.