Matheus Lombardi/XP
Matheus Lombardi/XP

Itaúsa vende 12 milhões de ações da XP em operação de R$ 1,8 bi

A venda dos ativos é parte de uma decisão estratégica da Itaúsa para reduzir a participação na empresa de investimentos; medida também visa recompor o caixa da holding

Beth Moreira, O Estado de S.Paulo

23 de março de 2022 | 11h51

A holding Itaúsa, que controla o banco Itaú, vendeu nesta quarta-feira, 23, 12 milhões de ações Classe A de emissão da XP Inc., correspondentes a 2,14% do capital total da XP, pelo valor de aproximadamente R$ 1,8 bilhão, considerando a taxa de câmbio de terça-feira, 22.

A empresa passou a deter 64.470.985 ações ordinárias Classe A de emissão da XP equivalentes a 11,51% do capital total da XP, segundo comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Não há alteração nos termos e condições para indicação de membros do conselho administrativo da XP.

A venda dos ativos é parte de uma decisão estratégica da Itaúsa para reduzir a participação na XP. A medida também visa a recomposição do caixa da holding. A venda terá impacto positivo nos resultados da Itaúsa do primeiro trimestre de 2022 em aproximadamente R$ 1,1 bilhão, líquido de impostos, segundo o comunicado.

"No âmbito da busca contínua pela melhor alocação de seu capital e a depender das condições de mercado, a Itaúsa poderá alienar adicionalmente até 24 milhões de ações ordinárias Classe A da XP em 2022", afirma a holding.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.