Priscila Mengue/Estadão
Priscila Mengue/Estadão

Prefeitura de SP mantém suspensão do rodízio e permite circulação de caminhões

Com a medida, Bruno Covas espera que abastecimento de combustível volte ao normal na cidade essa semana

Priscila Mengue, O Estado de S.Paulo

27 Maio 2018 | 13h41

SÃO PAULO - Após reunião do comitê de crise montado pela Prefeitura para avaliar os impactos da greve dos caminhoneiros, o prefeito Bruno Covas (PSDB) anunciou que caminhões poderão circular pela cidade de São Paulo até o próximo domingo, dia 3. Também foi mantida a suspensão do rodízio nesta segunda-feira, 28, e a orientação para que os agentes de trânsito não apliquem multas aos motoristas que tiverem pane seca fazendo apenas a remoção do veículo para um local seguro e onde não prejudique o trânsito. 

“A gente espera que o abastecimento da cidade possa voltar à normalidade nesta semana”, disse Covas.

+++ Pelo menos 10 aeroportos estão sem combustível em razão da greve dos caminhoneiros

Como o Diário Oficial Cidade de São Paulo não costuma sair no domingo e na segunda-feira, uma edição extraordinária com a decisão deverá ser publicada às 10 horas desta segunda-feira. Contudo, a determinação já está valendo e foi tomada após uma conversa entre Covas e o governador Márcio França (PSB) às 23h30 de sábado, por telefone, e foi motivada por pedidos dos caminhoneiros.  “Umas das reivindicações é de que a Prefeitura fizesse a suspensão de circulação de caminhões. Exatamente por isso, assinei esse decreto no dia de hoje", disse.

Serviços essenciais

Segundo Covas, por enquanto, apenas a coleta de lixo seletiva está suspensa em todo o município por tempo indeterminado. Ele afirmou que a oferta de serviços essenciais está sob controle e até o momento não há “nenhuma necessidade” de decretar feriado municipal ou ponto facultativo. “No dia de hoje na cidade de São Paulo apenas a coleta seletiva está prejudicada.”

Para segunda-feira, há dois “pontos de atenção”: o transporte público e a oferta de merenda nas escolas municipais, que permanecem garantidos apenas até a segunda-feira, pois a Prefeitura afirma que há dificuldade em conseguir diesel e gás de cozinha.

AO VIVO: Acompanhe em tempo real a greve dos caminhoneiros

Neste domingo, 100% da frota de ônibus que costuma funcionar no dia está em operação, diferentemente dos 50% anunciados no sábado por Covas. Para amanhã, permanece a previsão de circulação de 60% a 80% dos ônibus em funcionamento.

Os demais serviços, inclusive o Serviço Funerário, que até sábado tinha combustível suficiente até domingo de manhã, estão garantidos após a Prefeitura firmar um acordo que lhe dá exclusividade de abastecimento em três postos, para gasolina, álcool e diesel. “A gente espera ampliar (o número de postos) ainda no dia de hoje.”

Entenda a greve dos caminhoneiros

Desde sexta-feira, 25, a Prefeitura realiza operações para a obtenção de combustível com escolta da Polícia Militar, tais como a que buscou um milhão de litros de diesel em uma distribuidora da Petrobrás em Barueri, na Região Metropolitana de São Paulo, no sábado. 

Covas ainda solicitou a colaboração da população para que doe sangue, que está em falta em instituições de saúde, como o Hospital de Clínicas da cidade. “O estoque de sangue está baixo.”

Veja a situação dos serviços públicos na cidade:

ÔNIBUS

A operação foi iniciada com 68% da frota regular para o domingo, ao longo da manhã foi possível levar o índice para 100% e, às 15 horas, passou a funcionar com 70% do efetivo. "Houve necessidade de redução porque uma operação de comboio de combustível com escolta foi suspensa provisoriamente. Por precaução, para garantir de 60% a 80% da frota amanha, a SPTrans decidiu autorizar a redução mencionada", informou nota da Prefeitura.

Para a segunda-feira, com o atual nível dos estoques e a previsão de novas aquisições, a estimativa é de que se consiga colocar de 60 a 80% da frota em circulação. A operação de terça-feira em diante depende da chegada de mais combustível.

A CET mantém nesta segunda a suspensão do rodízio e a orientação para que os agentes de trânsito não apliquem multas aos motoristas que tiverem pane seca fazendo apenas a remoção do veículo para um local seguro e onde não prejudique o trânsito. 

 

 

COLETA DE LIXO E VARRIÇÃO

A AMLURB informa que a coleta de lixo domiciliar opera normalmente até terça de manhã. A coleta seletiva segue suspensa, mas a coleta hospitalar, a limpeza pós-feiras livres e o recolhimento de animais mortos estão mantidos. Os Ecopontos permanecem fechados, já que os resíduos coletados nesses locais são encaminhados a aterros localizados em rodovias federais e estaduais, muitas delas bloqueadas pelos caminhoneiros. Os serviços de varrição de vias e logradouros foram incrementados e estão garantidos nesta segunda-feira.

SAÚDE

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de São Paulo informa que todas as unidades estão funcionando normalmente. As ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu-SP) estão usando os 3 postos direcionados pelo Sincopetro e operam normalmente. O mesmo vale para transporte de vacinas e medicamentos. Os Hospitais Municipais também estão abastecidos com oxigênio e diesel para os geradores.

EDUCAÇÃO

A Secretaria Municipal de Educação informa que as escolas da rede municipal abrirão as portas na segunda-feira, com a oferta de merenda especial, elaborado com supervisão da Coordenadoria de Alimentação Escolar, de acordo com os insumos disponíveis em estoque. A Prefeitura estuda uma ação para ajudar as fornecedoras de merenda terceirizada na obtenção de insumos, especialmente gás de cozinha.

ASSISTÊNCIA SOCIAL

A frota foi abastecida nos postos identificados pelo Sincopetro e está operando com a recomendação de que os deslocamentos sejam racionalizados.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.