AFP PHOTO / Nicholas Kamm
AFP PHOTO / Nicholas Kamm

UE adverte Trump que tarifas sobre automóveis podem levar a retaliação de US$ 300 bi

União Europeia afirmou que tarifas carecem de legitimidade e violam regras do comércio internacional

Agências internacionais

02 Julho 2018 | 20h15

A União Europeia (UE) criticou o governo do presidente dos EUA, Donald Trump, por considerar tarifas sobre importações de automóveis, dizendo que elas podem levar a uma retaliação global contra cerca de US$ 300 bilhões em bens dos EUA.

+ Trump ataca Opep e ameaça europeus com sanção

O porta-voz da Comissão Europeia, Margaritis Schinas, disse nesta segunda-feira, 02, que a possibilidade de tarifas sobre automóveis "carece de legitimidade, base factual e viola as regras do comércio internacional", assim como as tarifas norte-americanas sobre as importações de aço e alumínio.

+ Pfizer aumenta preços de Viagra e outros cem remédios, contrariando promessa de Trump

A UE questionou se as importações de automóveis representam uma ameaça suficiente à segurança nacional dos EUA para justificar as tarifas e estimar o impacto econômico. Trump citou preocupações de segurança nacional para aplicar tarifas anteriores. A UE, o México, o Canadá, a Turquia e a Índia introduziram impostos sobre produtos dos EUA em retaliação.

Schinas ainda disse que as montadoras europeias criam mais de meio milhão de empregos nos EUA.

Já o secretário do Comércio dos EUA, Wilbur Ross, disse nesta segunda-feira em entrevista à CNBC que é prematuro  dizer se a proposta do presidente americano, Donald Trump, de tarifar importações de carros da União Europeia será aprovada. Ross também comentou que também é cedo para saber se os EUA irão se retirar da Organização Mundial do Comércio (OMC).

"Não estamos fazendo segredo de nossa visão de que algumas reformas são necessárias na OMC", disse Ross à emissora americana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.